A menina que roubava livros – Markus Zusak

Quando queremos ler, nada nos atrapalha.

A menina que roubava livros no comenta livrosFiz o contrário talvez do que muitas pessoas fazem: vi o filme e depois li o livro.

Amei o filme, chorei, me emocionei demais, mas quando li o livro para variar percebi que fugiu muito em alguns momentos, mas de qualquer forma vale muito a pena ambos.

Liesel Meninger narra de uma forma até simpática os fatos de sua fase de ladra: roubava livros para melhor um pouco a vida de um mundo nazista.

Sua mãe, perseguida pelo nazismo manda Liesel e seu irmão para viver com um casal, apenas para ganhar dinheiro.

Seu irmão morre no trajeto e é enterrado por um coveiro que deixa cair um livro na neve. “É o primeiro de uma série que a menina vai surrupiar ao longo dos anos”. E o detalhe é que ela não sabe ler.

Então seu pai “adotivo” dá lições de leitura e alfabetização para Liesel que se encanta e dessa forma afasta a saudade de sua família.

E então começa seus roubos, o culto de uns fanáticos e seguidores a Hitler na Segunda Guerra, novas amizades, uma delas que mudará sua história.

Um relato onde tem crueldade, perdas e no final algo sensacional. Adorei cada palavra, suas 480 páginas valeram realmente a pena cada letra.

O preço para livro digital e físico acessível ao nosso bolso.

Leiam e me digam se não é algo sensacional esse livro.

Boa leitura!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *