Antes que a maré baixe – Gui Ribeiro

antes que a mare baixe

Adoro romances de época e esse me surpreendeu pois a capa me transporta para uma época de muito romantismo. E assim entrei no mundo de Gui Ribeiro, um escritor que tem a sua marca registrada : acreditar no amor verdadeiro. Sucesso na Bienal RJ esse ano, jovem, com muito talento, então prepare-se para amar cada letra….

Já me encantei por cada página, e a vida de Lilly Talbot é no mínimo curiosa e sufocante. Uma menina avançada para o tempo de 1715, numa sociedade machista, com casamentos arranjados onde o amor é deixado de lado.

Lilly não é tão menina, é uma adolescente e adora a sua liberdade e jura que não terá a vida que sua mãe tem, infeliz e tão machucada. Mas no decorrer da história, passamos a entender o que acontecia, tempos diferentes.

Sabe que no começo, até senti um pouco de raiva da mãe dela? Depois meu coração derreteu e senti pena e passei a gostar.

Seu pai é um estranho, mandão, só trabalha e maltrata ambas e quer a qualquer custo que Lilly seja do jeito que ele quer e destina a sua felicidade num casamento por interesse.

Aliás, a transformação do personagem a partir do meio do livro foi bem construtiva e avassaladora com toques de maldade e um final justo.

Lilly é autêntica, forte, madura e luta por aquilo que quer, mesmo que demore um pouquinho e o principal: ama ler livros. Mas seu pai não quer que ela se iluda com historinhas bobas.

Dá para imaginar viver assim? Oprimida? Tendo que obedecer um pai e suas normas de uma sociedade falida?

Mas como o livro nos transporta nas águas do mar, um certo marinheiro Lucian Campbell faz seus pensamentos transbordarem de amor e emoção.

Nasce um amor lindo, com muitas barreiras e incertezas, mas que no final a luta pela felicidade mostrará a recompensa.

Imagina um porto, navios, runs, marinheiros e piratas? Assim é ambientado o livro, com uma história de tirar o fôlego.

piratas.jpg

Lilly enfrenta seus pais e vai em busca de sua felicidade e aí o livro te deixa completamente alucinada para chegar ao final. Máscaras caem e descobrimos a verdade com espadas, lutas, naufrágios e ajuda de quem menos imaginava.

Nesse meio todo ainda tem um capitão Sebastian (amei o nome!!!) que tenta ajudar Lucian e Lilly mas nem tudo são flores e vimos a face mal numa única pessoa.

Será que vale lutar por um amor só para ter uma família de verdade? Achei bem interessante essa parte porque realmente pensamos em como queremos ou temos nossa família e se estamos no caminho certo.

Lilly é destemida, engraçada e muito linda e o amor por Lucian ultrapassa as barreiras do tempo e assim, chegamos ao final lindo e emocionante. Amei essa personagem, deu para perceber né? Lucian também, imaginei sua sensualidade com uma pitada de cinismo.

As 339 páginas não foram nem de perto cansativas, está muito bem escrito, com diálogos fáceis e cativantes, e personagens fortes e inteligentes.

O contexto é maravilhoso com um amor que parece que vai acabar mas renasce depois de uma situação delicada.

Se você gosta de bailes, cavalheiros, romance a flor da pele, submissão, machismo, papel da mulher naquela época, aventura, navios, piratas e um lindo mar no fim de tudo, esse é o livro certo.

Preço muito bom para livro digital e super acessível para livro físico.

Antes que a maré baixe, garanta seu exemplar e conheça o que é um amor de verdade.

Quer conhecer mais do escritor?

Escritor Gui Ribeiro

Aqui deixo um recadinho : Gui adorei o livro e virei sua fã, obrigada pelo carinho e continue sendo essa pessoa maravilhosa que nem conheço, mas tenho propriedade para falar que seus pais tem muito orgulho de você. Beijos no coração.

Se gostou curte, compartilha e me deixa um recado.

Boa leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *