Arábia- Rafael Coelho e Raiam Santos

A incrível história de um brasileiro no Oriente Médio.

Arábia no comenta livrosRafael me procurou para ler seu livro e comentar aqui. Nossa que emoção, porque já comentei um livro do Raiam e agora do seu companheiro Rafael, foi muita responsabilidade.

Rafael nos conta como “abandonou” tudo aqui no Brasil, aos 20 e poucos anos e foi fazer seu mestrado na Arábia Saudita e detalhe : numa faculdade que ainda não existia. Um enorme desafio acompanhado de um medo e frio no estômago.

Você largaria seu emprego em uma multinacional para estudar em uma universidade que ainda nem existia?

Tudo está escrito de forma simples, objetiva, engraçada, tenebrosa as vezes mas com conselhos milagrosos e dicas importantes para aqueles que querem se aventurar.

Ele nos conta como são os árabes na religião, seus costumes, suas crenças, com muito respeito e nos mostra como esse povo é sofrido, batalhador, mas acima de tudo hospitaleiro e feliz.

O livro tem fotos, histórias de outros países que visitou, dicas e acima de tudo muito estudo. Em certos momentos conseguimos visualizar tudo que nos conta dos locais, parece que estamos ao seu lado nessa aventura. Realmente uma viagem cultural em cada localidade.

Ele fez parte da primeira turma dessa faculdade e deixou sua marca como pessoa e brasileiro. Um orgulho!

Não sei se eu teria a sua coragem, mas com a idade que ele tinha, e com a bagagem profissional e cultural que adquiriu, não era de se jogar fora.

Abaixo alguns comentários de Rafael só para vocês sentirem o gostinho do livro:

Muito mais que meu lindo diploma de mestre em engenharia elétrica, o que mais ganhei nisso tudo foi a bagagem cultural que vou carrega para sempre!.

 

No entanto, ao conhecer novas pessoas com experiência completamente diferentes das suas faz com que você enxergue o mundo sob novas perspectivas.

 

Quando você toma uma decisão, não pode ficar pensando no que teria acontecido se tivesse seguido o caminho A ou B. Tem que fazer o caminho que você escolheu ser o certo.

Tem até um romance no final do livro que fiquei bem feliz.

São 155 páginas muito interessantes, a capa bem brasileira e que adorei e o preço para livro digital bem acessível.

Leiam e depois me contem se não vale a pena abraçar algumas “oportunidades bizarras”.

Boa leitura!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *