As Brumas de Avalon – O Prisioneiro da Árvore – Volume 4 – Marion Zimmer Bradley

O final finalmente chegou.

Brumas de Avalon no Comenta Livros

Confesso que fui como muita sede ao pote em relação a esse último volume, a ansiedade estava me deixando louca.

Valeu a pena cada página, esse livro me surpreendeu muito com questões como Jesus Cristo, José de Arimatéa, o Santo Graal, o fortalecimento do Cristianismo e a influência da Igreja através dos padres.

Morgana cada vez mais poderosa e vingativa, porque em determinado momento consegue aquilo que quer, mas por um preço alto. Mortes ao seu redor vão deixá-la vulnerável e enfraquecida, mas seu final fiquei decepcionada, esperava um algo a mais.

Lancelote faz coisas maravilhosas, mas absurdas ao mesmo tempo, enfrenta Arthur, mas quando tem a sua rainha nas mãos, ambos percebem que é Arthur que ele ama e deve devoção eterna. Esperava Gwen e ele juntos, vivendo um amor, mas a mesma tem uma despedida digna da época, mas não para o que eu tinha em mente. Para Lancelote, seu final não esperava, mas acredito que ele possuía tanto pecado na sua cabeça que  foi até justo.

O filho de Arthur finalmente revela sua verdadeira face, luta com seu pai e acontece o que todos esperávamos. A Excalibur foi para um lugar onde nunca ninguém conseguiu usá-la e agora entendi essa lenda espetacular.

No mais continuam as intrigas, festas na corte, magia, poder, guerra e a Morgause com um final sensacional. Mulher que só queria o poder e sofre duas perdas que ela jamais imaginaria que acontecesse.

Achei esse o melhor de todos com um prisioneiro na árvore que muito tem a ver com um seriado de televisão que assisti e Merlim estava nele. Vocês precisam ler para entender o que estou comentando.

Leiam e vivam como um cavaleiro da Távola Redonda, ame ou odeie Arthur, mas saiba que foi o melhor de todos os reis: justo, honesto e acima de tudo : amou seu amigo mais que tudo nessa vida.

Sentirei saudades desse livro, com uma capa como as outras edições, 239 páginas e um preço muito bom para livro digital e físico.

Comentem se gostaram de Camelot, porque eu adorei!

Boa leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *