Entre a justiça e a obsessão – Tici Pontes

Tici Pontes no Comenta Livros

Quando me convidaram para ler esse livro, imaginei que com essa capa e esse título, com certeza viria coisa muito boa. E veio num momento em que minha cabeça queria entrar no mundo investigativo.

As primeiras páginas já te assustam de forma boa, quando ocorre o assassinato do pai de  William  quando ainda criança e bem na sua frente. Seu pai era policial e estava investigando um criminoso muito perigoso, então tudo aconteceu.

Vocês já podem imaginar o que viria anos depois? Sim, William, é um policial e está com muita vingança para colocar na cadeia o verdadeiro assassino de seu pai.

Ao ser transferido para a Homicídios, sua nova parceira é Mackenzie, uma detetive linda, mas bem brava e que impõe muito respeito, principalmente nesse ambiente tão masculino.

Cada um tem um passado assombroso e essa parceria dá certo até demais, porque Mackenzie tem uma sede de vingança, menor que William, mas deseja descobrir o assassino de um crime de uma jovem moça.

No decorrer da estória, vimos William obcecado pelo assassino de seu  pai, bagunçando muito a sua vida, pois está divorciado e por mais que ame seu filho, o assassino está em primeiro lugar.  Em certos trechos, achei muito chato essa obsessão, mas no final percebi o quanto de sofrimento esse homem trazia em seu peito e o quanto a cena de ver seu pai morto, havia abalado emocionalmente.

Cada pista, cada suspeito, imaginamos que finalmente haverá prisão, mas nada acontece. A partir de outros assassinatos, William e Mackenzie unem forças e chegam a tão sonhada explicação para tudo.

O preço a ser pago foi bem alto para William, mas no final valeu a pena ter lido.  Uma dica: preste atenção em tudo, porque eu descobri quem era o assassino e fiquei bem pasma.

Está bem escrito, envolvente, 261 páginas de investigação pura e um pouco de cenas quentes, até mesmo para aliviar tanta tensão e vingança.

Preço muito bom para livro digital e um final que gostei mas talvez um epílogo diferente, me encantaria mais. Nada que tire o brilho de tudo.

Espero que gostem de solucionar crimes e me digam se descobriram o assassino. Curtam o comentário, ou o blog. Ficarei muito feliz.

Boa leitura!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *