O Acolhedor de almas – Maciel Brognoli

Um livro para refletir!

Maciel Brognoli no Comenta Livros

Inicio esse comentário de uma forma inusitada: sem ter o que comentar. Não porque o livro é ruim, pelo contrário, mas o quanto magnifico é e o que deixou de ensinamento para mim.

Quando o escritor me pediu para comentar seus livros, já me surpreendi com o primeiro livro (veja comentário aqui no blog), foi um dos livros mais lindos que li nos últimos tempos, então fui para esse segundo livro, imaginando algo de anjo misturado com terror pois a capa me transmitiu essa mensagem.

As 112 páginas me pareceram fáceis e rápidas de ler, mas a cada página ficava mais maravilhada com a estória de Alberto Bocaiuva Tibiriçá, um humano que após a sua morte, se transforma num acolhedor de almas.

Sua estória foi achada através de manuscritos escondidos em 2015 onde ele conta como chegou nessa missão tão diferente: um anjo com hálito de hortelã que resgata almas, levando-as mais longe que o céu, diante de uma porta branca, onde a alma entra e ao abrir a porta a mesma exala um cheiro de caramelo. Consigo até sentir o cheiro.

Alberto no começo me surpreendeu com seu relato que parecia mais um anjo tentando justificar sua tarefa, missão aqui na Terra. Mas cada estória me pegava de surpresa e pensava : “existe realmente algo inexplicável e que Deus existe em cada atitude. Deus é vida, Deus é luz!”.

Quando ele comenta que carregar a alma das criancinhas é muito leve, me deu aperto no coração, quando fala das pessoas pesadas, principalmente por causa de suas atitudes nessa vida, me chocaram muito. Sem fazer apologia a religião, o ser humano precisa entender que Deus existe e que precisamos amar o próximo, fazer o bem para recebermos o bem.

Então o livro se desenrola com os casos de Alberto, quando o mesmo decide contar como chegou a ser um acolhedor de almas, afinal de contas, era isso que eu queria saber.

De repente, me vi fascinada e envolvida com toda a sua vida, desde a infância até a fase adulta. E quanta coisa ele viveu!! Morrer como morreu foi pouco para aquilo que ele fez. Algo tão chocante, que não tenho palavras para colocar aqui. Estava tão envolvida que me vi detestando e perguntando o porque ele virou isso? Deveria ter ido ao inferno, aliás a mesma opinião de Alberto.

Mas para minha surpresa, o escritor mostrou, quem sabe com as orientações de Deus, que todos merecem uma segunda chance e aquilo que imaginava, não aconteceu. Não posso contar o que é, preciso que vocês leiam e comentem comigo depois.

Só sei que o final foi sensacional e como nesse dia foi justamente o dia em que participei de uma palestra espírita, veio tudo a calhar. A palavra que ouvi de Deus, sobre sua existência, o bem e o mal, finalizaram com o término do livro.

Só posso dizer que é lindo, com uma carga de emoção e sensibilidade muito grande e que nos faz refletir sobre perdão, nova chance e vida! Amar e ser amado, praticar o amor com tudo e todos, mas acima de tudo acreditar que o nosso CRIADOR está olhando por nós e com certeza nos ensinando, seja com atos ou com livros como esse através das mãos de Maciel, esse escritor que aprendi a gostar e virei sua fã e agradeço por me mostrar um mundo melhor, mesmo que esse mundo seja através de sonhos ou não.

Quando vocês mergulharem na vida de Alberto não esqueçam de comentar aqui o que acharam. Leiam sem preconceitos, julgamentos, leiam com o coração aberto, livre para tudo que essa experiência trará para vocês.

Comprem o livro que está com um preço ótimo digital e guardem-no para sempre na alma e no coração.

Espero que tenham gostado e desculpem se não coloco mais nada, mas não posso estragar a surpresa e com certeza quero deixar todo mundo bem curioso.

Boa viagem, boa reflexão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *