O homem que fotografou Deus – Maciel Brognoli

Maciel Brognoli no Comenta Livros

Título mais que sugestivo e capa sensível demais. Me chamou mesmo a atenção. Esse foi nosso primeiro contato eu e o escritor Maciel que me convidou para ler e comentar essa obra divina.

São 32 páginas que na verdade corresponde a leitura mais emocionante que li nos últimos tempos. Um livro que além de divertir, tem ilustrações  e com uma mensagem magnífica que realmente me incentivou a comentar aqui.

José é um menino que mora no Sul do Brasil, muito inteligente, talvez o mais inteligente do planeta, aprende tudo com muita rapidez, desde cedo já sabia ler, falar, escrever. Aprendeu a falar francês  sozinho lendo o “Pequeno Príncipe”.

Aos 20 anos já era o “Jovem Gênio” dominando matemática, além de ler vários livros.  Uma das características de José é que ele  não queria ser só inteligente, mas deixar uma mensagem, um aprendizado e ensinamento para as pessoas.

Os anos se passam e José tem 43 anos, casado com uma filha chamada Ana de 5 anos. Os dois eram muito apegados, observavam as estrelas juntos todas as noites. Isso os conectava com o Universo. Até que um dia Ana o surpreendeu com uma pergunta : “onde mora DEUS?”.

José ficou sem palavras, não queria ficar sem dar resposta, principalmente para sua filha. Ele nunca tinha visto DEUS, mas como sempre teve vontade de construir uma nave, respondeu a Ana que faria isso e tiraria uma foto da existência de DEUS como prova.

Passados dias executando essa obra, chegou finalmente a viagem. Se despediu dizendo a sua filha amada que voltaria cumprindo a promessa e lá se foi nessa nova jornada.

José viu coisas lindas, planetas como Mercúrio, Saturno, Plutão, Eres, Haumea, admirou o Sol, plantou mudas de Pau Brasil em Marte, assim um dia as pessoas diriam que alguém esteve nesse planeta.

Admirou a passagem do cometa Haley,  mas o que mais queria não via: DEUS. Ficou desanimado porque só retornaria com a foto para mostrar a Ana. Até que em certo momento, uma estrela cadente o fez pedir com toda a sua fé. Só restava essa esperança.

O dia do seu retorno chega e José  parece perdido no tempo e no espaço. Foi para sua casa e será que encontrou Ana viva?  Será que conseguiu trazer a foto tão desejada?

O final foi lindo, realmente fiquei muito grata pelo escritor ter me proporcionado ler essa obra de alma, assim chamo, tão simples, para todas as idades, mas que transmite uma mensagem de FÉ, AMOR na forma mais pura de um sentimento.

Não vou contar mais pois quero que comprem o livro com preço ótimo e me digam se não valeu a pena cada página. A emoção que senti no final não consigo transmitir aqui para vocês, só consigo dizer que fiquei muito, mas muito emocionada.

Comentem aqui o que vocês acharam, curtam o blog e reflitam sobre a promessa de cumprir algo, mas acima de tudo não esqueçam que a FÉ te leva a caminhos nunca explorados mas muito glorificados.

Boa viagem !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *