O imperador e os doze cavaleiros templários – R. Rosenkreuz

Cavaleiros Templários no Comenta Livros

O título mais uma vez me ganhou nessa leitura e o conteúdo posso dizer que é bem interessante. Adoro o tema dos templários e acredito que os livros mostram cada um da sua maneira, o que  acontecia naquele tempo, onde a fé ditava  guerras e  poder.

Não considero esse livro romance, como vi em muitas resenhas, é uma ficção, com nomes alterados se tornando uma adaptação que te prende mas com um final que não tem muito a ver com o tema.

O livro original é A História do Imperador Carlos Magno e os Doze Pares de França, escrito em 1737 pelo médico militar Jerônimo de Moreira Carvalho.

Este livro fala do “romance” do Imperador Carlos Magno com a Cavalaria da Idade Média, as primeiras Cruzadas para a conquista da Terra Santa (Jerusalém), a guerra dos cristãos contra os muçulmanos na Península Ibérica para impor a sua fé.

Muitas batalhas sangrentas, tudo para conquistar a graça divina de Deus, com sentimentos como amor, incesto, amizade, traição, ódio. Na verdade o que percebi foram homens lutando pelo poder de ter objetos, tudo que deixassem mais fortes, que dominassem mais o  mundo e os povos que nele habitavam.

Muito da religiosidade dos personagens é que dita o livro, os acontecimentos, que na verdade imaginamos que aconteceram, mas que ainda fica uma dúvida se tudo que está escrito, por mais que seja ficção não tenha algo para provar ou até mesmo esconder.

São 391 páginas com uma capa interessante, mas nada que te prenda do começo ao fim, na verdade em alguns momentos fiquei cansada de ler, muita história, dados, informações, que me faziam parar a leitura e tomar um gole de água e café.

Mas o assunto é interessante e acredito que vá agregar muito no final das contas.

Não achei com tanta facilidade o livro físico, nem sei se tem, mas em digital, preço bem abaixo do que imagino que as pessoas possam pagar.

Caso tenham lido me falem o que acharam, e não esqueçam de curtir o blog.

Espero que tenham gostado,

Boa leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *