Pablo Escobar: meu pai – as histórias que não deveríamos saber – Juan Pablo Escobar

Um dos maiores narcotraficantes do mundo!

Pablo Escobar no Comenta Livros

O comentário dessa semana é bem pesado e forte. Vamos falar sobre Pablo Emílio Escobar Gavíria (1949-1993). Vocês já devem ter ouvido falar dele. Confesso que tenho fascínio por tudo que aparece de Pablo, o maior narcotraficante de todos os tempos.

Já assisti algumas séries e esse livro escrito por seu filho, me deixou bem curiosa. Acompanhei uma entrevista dele que está lançando outro livro que com certeza comprarei depois e fiquei imaginando: como deve ter sido difícil a vida dele na época criança, com um monstro.

Mas o que vimos no livro, além de suas histórias no mundo do crime até a sua morte é a vida de sua família após o assassinato ou não de Pablo. Sim, ele levanta um estudo dizendo que Pablo se matou , pois ele sempre falava que jamais seria preso, antes disso se mataria.

Está muito bem escrito, com várias histórias sobre os sequestros, as mortes de políticos, a convivência com seu grupo, com sua família. O que vimos é um Pablo sendo um bom pai, marido, ajudando todo mundo , mas sendo cruel com quem não fosse leal a ele.

Não estou aqui para fazer apologia ao crime e nem defende-lo, mas Pablo tinha uma inteligência acima da média, um líder nato, alguém que sabia ouvir e só depois dava a resposta que todos gostariam.

Pablo foi um dos homens mais ricos do mundo, fez fortuna vendendo cocaína, se aliando  a grandes traficantes, mas se tornando o “Patrão” de todos, como era chamado.

O livro tem passagens bem interessantes como quando Pablo se entregou e foi para a prisão conhecida como Catedral. Na verdade, não estava preso, mas lá parecia e era sua casa, tudo continuava como antes.

Outra passagem muito bem contada é sobre a compra, decoração da Fazenda Nápoles, que tinha zoológico, médico a disposição, 1700 empregados!!!!!!!!! Muita grana jogada fora não é? Mas Pablo não era só isso, ele ajudava aqueles que precisavam, por isso na Colômbia, muitos ainda o idolatram.

Vocês devem me perguntar: o que tem de ruim o livro? As histórias sobre as famílias que perderam seus filhos por conta da vingança de Pablo, por conta do poder. Isso sim é triste demais. Pablo era uma máquina de matar, quer dizer de mandar matar. É contado no livro o dia em que ele mandou  explodir um avião com mais de 100 (cem) pessoas mortas. Triste demais.

Enfim, o livro é bem recheado de acontecimentos, com um final bem triste até sobre a vida de seu filho, sua esposa e sua filha. Hoje residentes na Argentina, mas que passaram o pão que o Diabo amassou para ficarem em paz.

Enfim, 477 páginas, com uma capa que me remete as reportagens e entrevistas de Pablo, rápido até de ler, mas que acima de tudo, precisamos conhecer aquele que ficou para a história como o maior monstro que o mundo já teve e que agora está onde sempre deveria estar: no inferno.

E vocês? Já assistiram as séries? Leram os livros? Comentem aqui, vou adorar saber a opinião de vocês. Ah, não esqueçam de curtir a página .

O preço para livro digital e físico bem acessíveis.

Boa leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *