Presos que menstruam – Nana Queiroz

Nana Queiroz no comenta livrosLer esse livro foi mergulhar nesse universo chamado mundo carcerário, falido, desprezado e sem humanidade nenhuma.

Nana consegue contar histórias fortes de presas desconhecidas e algumas até conhecidas pelos seus casos, mas de uma forma forte e até cruel. Essas mulheres que tem que abandonar seus filhos após nascerem ou depois dos seis meses, realmente é emocionante.

Ela sentiu na pele os casos e você ao ler é como se estivesse lá . Quando termina o capítulo, sente uma energia muito forte, pois o assunto é muito pesado.

Ao ler esse livro, você pelo menos começa a entender e pensar mais sobre esse sistema que está sem dinheiro. Cadê o dinheiro para investir a fim das presas terem só um pouco de dignidade? Elas podem trabalhar, ocupar a cabeça a fim de recuperar a vontade de viver ou até mesmo a auto estima.

Para mim o relato mais forte, é sobre as mães das presas ou familiares que fazem de tudo para visitarem, levarem um pouco de paz e além de tudo educarem um neto ou neta largados a própria sorte. Triste, porque realmente quem sofre é a família, muitas vezes sem dinheiro nem para a condução, passando frio e fome na porta da penitenciária, sem ao menos um pingo de respeito.

Não estou aqui para defender ninguém, mas alguns presos famosos conseguem regalias que até Deus duvida e as vezes aquela presa que quer se recuperar não consegue nada, só violência e desprezo.

São 294 páginas com preço bem acessível para livro físico e preço bom para livro digital.

Leiam e me digam se o crime compensa….

Boa leitura! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *