A Igreja Vermelha Scott Nicholson

“O Sacrificio é a moeda de Deus”.

a igreja vermelha no comenta livrosBem, esse livro foi muito confuso de ler. Mistura religião, fé, realidade, imaginação, delírios, tudo, mas não tem objetividade.

Não gostei  achei bem chato na verdade, são 314 páginas que ficaram bem confusas na minha cabeça. Foi o primeiro livro que li do escritor, mas me decepcionei com esse, lerei outros para tirar a primeira impressão, que não foi boa. Continue lendo “A Igreja Vermelha Scott Nicholson”

O Nome da Rosa – Umberto Eco

Heresias no mosteiro franciscano.

o nome da rosa no comenta livrosSempre ouvi falar desse livro e sei que teve um filme também, mas não assisti. Então decidi ler, mas não terminei .Achei cansativo, chato, o tema igreja e seus mistérios parecia atrativo para mim e principalmente as resenhas me instigaram a iniciar esse assunto.

Mas nas primeiras páginas não consegui me concentrar na leitura e várias vezes tinha que reler o capítulo porque não entendia nada.

Um livro tem que ser prazeroso para ler e não um martírio, então decidi encerrar a leitura onde estava e deixar guardado para outro momento aceitar esse desafio.

Tem 592 páginas, a capa eu gostei bastante e o preço é bem acessível para livro físico e melhor ainda para livro digital.

Quem leu e gostou? Comenta aqui e me convença a lê-lo novamente agora com outra ótica.

Boa leitura!

O pergaminho sagrado – Anton Gill

Você sabe onde está o pergaminho sagrado?

o pergaminho sagrado no comenta livrosEsse livro tem um assunto que gosto e leio bastante: cavaleiros templários, relíquias sagradas. É do mesmo escritor de Assassin’s Creed que já li todos os volumes e logo divulgo aqui.

As suas 504 páginas foi uma aventura com mistério, drama, história que nos faz viajar no tempo e na origem da Igreja e seus seguidores.

Inicia-se com o sequestro de 3 arqueólogos que tinham descoberto uma tumba de Enrico Dandolo, líder da quarta cruzada e nessa tumba tinha uma placa de argila ( com poderes que não poderiam cair em mãos erradas) . Depois descobriram uma caixa secreta e uma chave que abria essa caixa.

Continue lendo “O pergaminho sagrado – Anton Gill”