Violetas ao vento – Jéssica Anitelli

violetas ao ventoUm livro forte com um tema atual  : violência doméstica.

Diariamente ouvimos relatos dramáticos de mulheres humilhadas, espancadas por aqueles que juraram amor.

Muita dor, sofrimento, filhos sendo traumatizados por essa situação e muitas vezes apanhando também, nos deixam cada vez mais horrorizadas de ainda existirem homens assim.

Dessa forma é a vida de Violeta, uma adolescente de 17 anos que vê sua mãe passar por tudo isso, além dela, e não tomar uma atitude.

Seu irmão parece seguir o mesmo caminho do pai.

Uma casa sem amor, onde os tapas, machismo e humilhações fazem parte do dia a dia.

Ainda bem que Violeta tem a companhia dos seus amigos Thamires e Ricardo para aguentar viver, porque senão, com certeza, o suicídio teria dado certo e ela não estaria contando a sua vida.

Tantas marcas em seu corpo e na alma podem ser esquecidos por alguns minutos de prazer através da poesia, que ela ama tanto e da sua gata.

Uma menina que se torna uma mulher que deseja lutar por aquilo que quer e nesse momento vê que é a única a salvar sua mãe.

Ódio, amor, tapas, dúvidas, incertezas, mas uma superação fazem desse livro uma linda estória de uma família que sem esperanças, de um dia para outro, depois de tantas tempestades, resolve dar a volta por cima e dar uma chance a vida.

Violeta deseja muita sua família de volta, o amor da sua mãe e do seu irmão, e do seu pai apenas distância.

Mas o final reserva uma surpresa maravilhosa que faz você não largar mais as páginas desse livro.

Adorei muito cada passagem da vida de Violeta mas gostei principalmente da segunda chance que bateu a porta deles e eles souberam seguir.

São 259 páginas com uma capa linda, com preço ótimo para livro digital.

Um livro que vai te assustar, encantar e ver que muito perto de você pode existir uma Violeta que tenha os mesmos problemas que essa personagem e não saiba como sair dessa situação.

Um livro que vai ter fazer pensar e acreditar que sempre há uma luz no fim do túnel.

Espero que gostem e não esqueçam de curtir o comentário, seguir o blog.

Boa leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *