Vulgo Grace – Margarete Atwood

Vulgo Grace em Comenta Livros

Um livro que todo mundo comenta e que tem até série. Fui correndo ler e gostei bastante.

Interessante é que a capa me assustou um pouco mas o conteúdo é espetacular.

Um caso no Canadá na década de 1840 onde vimos a trajetória de Grace Marks condenada a prisão perpétua pois ajudou James a matar seu patrão e a governanta, que na verdade era sua amante, Nancy.

James foi condenado a forca e Grace ao invés de ser morta, foi perdoada e deram a chance da prisão perpétua. Assim, enquanto morava no presídio, trabalhava durante o dia na casa do governador onde era a atração das amigas de sua patroa.

Mas para entendermos melhor, a autora conta a vinda de Grace para o Canadá com seus pais e seus irmãos num navio horrível, onde perdeu sua mãe, vítima de um cisto no estômago.

Seu pai, um bêbado e violento homem, fez Grace sair em busca de trabalho, pois tinham muitas bocas para sustentar. Seus irmãos ficaram com seu pai, tudo nessa parte bem detalhado. Vale lembrar que Grace só teve noticias e ajudou umas duas vezes, depois não soube mais nada deles.

Então, Grace começa a trabalhar numa casa de uma família conceituada onde conhece Mary ficando grandes amigas. Mas a tragédia ronda Grace e Mary morre de uma forma interessante contada pela autora.

A partir disso a história que já era interessante fica ainda melhor, pois Grace vai em busca de novos empregos e relata uma vida sofrida e esquecida pelo seu pai e irmãos.

É quando ela acaba numa casa onde seu inferno começa e então estamos novamente na atualidade.

Como ela tem bom comportamento, algumas pessoas importantes da cidade, acreditam na sua inocência e pedem incansavelmente a sua liberdade, inclusive enviando um médico conceituado para atestar que ela não é louca.

Grace começa a contar as coisas que lembra para o Dr. Simon Jacob, um médico muito bom em comportamento, mas com uma história pessoal que me deixou de queixo caído, com um final desolador.

Grace confia nele e conta tudo o que sabe, sua vida nos empregos anteriores, até conhecer Nancy, seu patrão Thomas e James, numa fazenda, longe de tudo e todos.

Uma parte interessante do livro é Grace contando sua história e costurando lindas colchas de retalhos, bem mostradas na série, cada colcha com nome e significado.

O livro fica bem interessante e você não sabe se acredita em Grace ou não, pois ela conta tudo com muitos detalhes, mas ainda tem um buraco em sua memória que nem o Dr. Simon consegue penetrar.

De repente você se vê presa nas 512 páginas do mundo de Grace, oscilando entre a verdade e a mentira, com um final espetacular onde jamais imaginei que fosse acontecer.

Personagens ricos em conteúdo, bem montados com uma trajetória dentro da história com todo sentido e não esquecidos em nenhum momento no livro.

Assim chegamos ao final com muita emoção e que cada um tire a sua conclusão sobre sua inocência e se a mesma merece o perdão.

Assuntos para aquela época compõe o cenário do livro e realmente acredito que demorei muito para ler algo realmente que valesse a pena.

Se alguém leu o livro ou assistiu a série me diga se estão juntas com a veracidade dos fatos.

Eu gostei da série, achei que teve muito a ver com o livro.

Capa interessante e preço ótimo para livro digital e físico.

Deixem um comentário, sigam o blog, não esqueçam de curtir.

Quer algo diferente aqui? Manda que tento te ajudar.

Boa leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *