Aprisionada ao Passado – Passados Marcantes – livro 1 – Fernanda Emery

Gosto de livros que me impactam desde a capa até a sua história e este tem algo muito forte nas suas páginas nos deixando angustiadas sendo algo real que infelizmente acontece diariamente pelo nosso país.

Confesso que é muito bom ler, contudo em alguns momentos os diálogos são sempre os mesmos e cansativos. Não imaginava que teriam 706 páginas e quando acabou senti que faltaram alguns pontos a serem esclarecidos.

Seu início fala sobre o abuso infantil sofrido por uma menina onde a raiva fica evidente em você e sentiremos tudo que a personagem Carolina, uma criança sente. Abusada pelo vizinho Ricardo, pai de sua melhor amiga, se vê ameaçada sem poder contar para ninguém, mas quando encontra sua mãe desaba e  para sua decepção sua mãe não liga e fala que a vida continua.

Após algumas situações de muito sofrimento e acontecimentos marcantes para o resto de sua vida, Carolina já aparece na fase adulta trabalhando numa grande empresa, morando sozinha e com um peso enorme em suas costas afetando inclusive sua saúde mental e física.

Amada pelo seu pai e irmão e odiada pela sua mãe tenta sobreviver sem grandes emoções até que um certo rapaz que entra na empresa a tira de órbita: Gabe.

Gabe chega na empresa para investigar um grande roubo e Carolina será a peça principal para chegar ao culpado. Ou será ela a culpada pelo roubo?

A partir daí a história de ambos se misturam e aos poucos os segredos são revelados com grandes emoções e Carolina tentando levar a vida sem revelar seu grande trauma.

Ao lado da louca da sua amiga Valéria renderá momentos de risos, mas em alguns ficaram cansativos parece que a história não anda.

Até o final do livro será Carolina e Gabe brigando, Valéria e o irmão de Carolina brigando por ciúmes, Ricardo volta para tirar o sossego de Carolina, a mãe de Carolina fazendo várias maldades.

Algo bem interessante será a relação de Carolina e sua mãe desde a infância até a fase adulta e perceberemos como muitas atitudes de Carolina tem a ver com a sua mãe. Diálogos fortes e humilhantes fazem parte do contexto.

Várias coisas no livro ainda precisam de explicação e acredito que o livro 2 nos dará as informações, mas o final é impactante e a adrenalina corre solta nas páginas.

Como é triste perceber como um abuso muda  a pessoa e como o organismo e a mente reagem, e nestes casos a ajuda de um profissional e apoio da família são os principais pilares de uma vida um pouco menos traumática. Continuando o ritmo do livro ainda teremos sequestros, mortes, revelações e mentiras.

O que não me simpatizei foram com os personagens que gritam demais, os homens são machistas e chatos e as mulheres parecem fortes, lutam por suas carreiras e ideais além de fazerem coisas surreais, mas não houve um carinho por elas, algo não conectou.

Carolina é muito instável, às vezes boazinha, às vezes uma fortaleza ou então boba, mas acredito que é por conta dos traumas que sofreu.

Talvez menos páginas e um foco na história deixaria melhor, entretanto percebi que a escritora quis mostrar como um sério problema muda completamente uma pessoa diariamente para o resto de sua vida.

É um bom livro que alerta para o abuso cada vez maior em crianças por pessoas próximas a ela e muitas vezes os pais não sabem ou quando sabem não acham certo denunciar por várias situações.

O livro tem algo bom e positivo pois o tema serve de debate e deixa um alerta para todas as pessoas.

Preço muito bom para livro digital com título bem original e capa normal.

Espero que tenham gostado. Não esqueçam de curtir, compartilhar com seus amigos e seguir o blog.

Até o próximo comentário.

Link para adquirir o livro.

https://amzn.to/3tlF0Jd

Podcast.

Podcast Aprisionada ao passado
Redes Sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: