Echo – Seven Rue

Começo o comentário falando que a capa é linda, tem 212 páginas e preço caro para livro físico.

Ele mostra a história de Echo, uma garota com deficiência vocal de 18 anos que foge de seu padrasto devido ser violentada desde os 4 anos de idade, quando sua mãe os abandona para viver com um homem rico.

Ela foge pelas florestas do Alasca encontrando abrigo numa casa de caçadores vazia.

Echo ficaria lá até que os donos da cabana chegassem ou ela tivesse condições de continuar sua jornada. O cansaço e a fome estavam acabando com ela e este descanso seria essencial para repor as energias.

Doce, esforçada e determinada a fugir de tudo, fica um bom tempo até que os donos da cabana finalmente aparecem e tudo muda.

Três rapazes solteiros que vem caçar em certos meses do ano encontram Echo na casa e ficam espantados.

Echo apesar de não falar, escuta muito bem e começa uma comunicação entre eles que acabam gostando da ideia de ter alguém para dividir as tarefas da casa.

Os pais dos rapazes já eram falecidos e a venda das carnes das caças servia de sustento para eles e para compor o orçamento tinham uma oficina restauradora de carros na cidade onde viviam.

No começo foi difícil a convivência até conhecerem a vida de Echo e estarem dispostos a ajudá-la.

Depois de alguns meses caçando é chegada a hora de retornarem à cidade natal e Echo escolhe ir com eles, procurar um emprego e ficar na cidade.

Porém, após a denúncia de sumiço dada pelo padrasto, a polícia chega à cabana e descobre Echo com os rapazes.

Após algumas conversas e esclarecimentos na delegacia, sua mãe e padrasto aparecem na cidade e Echo precisa tomar uma decisão após descobrir verdades sobre a sua vida desde a infância.  

Pais inconsequentes, mentirosos, altruístas e egocêntricos deixam marcas profundas em Echo tornando sua vida sem nenhum sentido.  

Por outro lado, na companhia destes homens encontra a felicidade que tanto buscava deixando sua vida passada para trás e finalmente seguindo seu caminho na cidade deles.

Assim que chega vai em busca de um emprego para ajudar nas despesas, pois queria sentir-se útil e consegue numa biblioteca da cidade.

Finalmente sua vida fazia sentido.  

Vamos falar um pouquinho dos pontos negativos: a história é boa, porém tem conteúdo adulto forte com o envolvimento de Echo e os três irmãos e a história fica só neste ponto e acredito que poderia ter sido melhor desenvolvida. Cansa demais as cenas.

Quando os pais aparecem na cidade pouco é contado sobre suas vidas pois já estávamos no final do livro e ficou superficial.

A vida dos irmãos pouco é falada somente o básico que vivem na cidade, o que fazem para sobrevirem, que não se comprometem com nenhuma mulher ficando só com aventuras. Nada mais substancial.

Final sem graça, todavia dentro do que o contexto proporcionava.

Enfim, não foi tão interessante, mas foquei na dificuldade de Echo em se comunicar, no preconceito que as pessoas tinham em relação a sua deficiência e nos abusos que sofreu do seu padrasto. Não foi detalhada a infância, apenas fatos, então podemos dizer que foram pontos positivos.

Para quem gosta de um romance hot vai adorar porque as cenas são envolventes e interessantes.

Espero que tenham gostado e até o próximo comentário.

Podcast Echo

Descontos especiais para você.

https://acesse.vc/v2/221effc69d9

%d blogueiros gostam disto: