A mulher fiel – Gika Mendonça

Você se considera fiel?

Gika Mendonça no Comenta LivrosEsse conto é muito divertido, assim como os livros da Gika, que já tem livro comentado aqui.

Jussara, cansada de sua vida de dona de casa, casada com Américo, um taxista mais velho, decide tomar um rumo diferente na sua vida.

Incentivada por uma amiga, decide trabalhar nas horas em que Américo estiver trabalhando,  assim seu marido machista não perceberá  e sua vida se tornará um pouco mais emocionante. Continue lendo “A mulher fiel – Gika Mendonça”

Minha pequena, grande mulher (Para amar e proteger volume 1) – Simone Fraga

Gosta de sofrimento, amor e final feliz? Então leia esse livro….

simone fraga no comenta livrosTenho sido muito abençoada por ler livros tão bons e poder comentar aqui com vocês.

Esse livro é muito bem escrito, de uma sensibilidade mas com assuntos tão forte e atuais, que poderia ser uma novela. E o título, achei fofo.

O sofrimento da vida de Julia desde sua infância até a vida adulta beira o horror. Nunca vi tanto sofrimento !!!!!!!!!!

Lucas é um interiorano muito fofo, determinado que você se apaixona por ele sem nem mesmo vê-lo. Ele também tem uma estória de sofrimento pois perdeu sua esposa e criou sua filha como um guerreiro.

Continue lendo “Minha pequena, grande mulher (Para amar e proteger volume 1) – Simone Fraga”

Mulher do Tempo – Eduardo Ribeiro Assis

Mais um livro para a semana dos namorados.

mulher do tempo no comenta livrosAdorei o livro, conta uma linda estória de amor,mas lógico que tem um pouco de fofoca,intrigas, verdades, mentiras, muito bom.

O ambiente é uma emissora de TV.

Tem tudo isso porque Fabiana é uma jornalista que após confrontar um deputado numa entrevista, a emissora decide penalizá-la e então ela passa a apresentar a previsão do tempo num programa de TV.

Ela odeia isso, nem tem experiência, então sem outra alternativa, aceita o desafio. Mal sabe ela que é nesse ambiente que conhecerá o amor de sua vida e fará grandes amigos.

Continue lendo “Mulher do Tempo – Eduardo Ribeiro Assis”