Cowboy Cretino – Amores Opostos – Sandy Azevedo

E vamos a mais um comentário da parceira Sandy que trouxe um romance com drama e alguns sofrimentos, ambientado nas cidades de Minas e São Paulo onde uma mulher religiosa e um cowboy ateu se encontram.

Estamos falando de Maria e Henry.

Ela evangélica, casada sem amor com um homem que a maltratava verbalmente, além da violência física em alguns momentos. Submissa a esse ser, resolve se separar após sua traição e foi o bastante para sua família tradicional não apoiá-la mais.

Henry é um filho bastardo, cantor sertanejo que ganha muito dinheiro, se diverte e faz aquilo que ama pois lembra sua mãe: cuidar de sua fazenda. Não pensa em compromisso sério e é ateu.

Diante desses personagens diferentes, quis a escritora que ambos se encontrassem em uma situação complicada para Maria.

Após a separação herdou uma fazenda ao lado da fazenda de Henry. Quando chegou lá viu que seu ex-marido tinha dado uma festa e a mesma estava destruída, precisaria de uma boa reforma.

Henry vendo a situação e mesmo detestando ter que ajudar pois ele não gostava do dono (no caso o ex-marido), resolve ajudar a patricinha gospel como apelidou Maria e a mesma fica em sua fazenda até que a reforma termine.

Dessa maneira entraremos no mundo deles onde se descobrem apaixonados e várias coisas vão acontecendo. Vale lembrar que é um livro para adultos devido cenas intensas.

Segredos, traumas e revelações vão aparecendo no qual você se encanta com  Maria e sua história de superação, saindo de um casamento, recuperando a autoestima e mostrando que todos tem direito a uma segunda chance.

Maria tinha formação em veterinária e descobriu também que a fazenda poderia dar lucros através dos queijos e geleias que fazia e vendia nas cidades vizinhas a Extrema, mas num certo momento chega a São Paulo. Um sucesso de uma empresária que nem imaginava chegar a tanto destaque.

Tanta humilhação essa mulher passou principalmente com a sua aparência que estamos diante de fatos que acontecem diariamente. Maria era o que chamamos de gordinha sexy, mas elegante e com um sorriso lindo.

A vida de Henry também é difícil pois ele é fruto de um caso que sua mãe teve com o patrão e após a morte dela, de câncer, ele foi despachado por seu tio para viver com a família do pai em outro país.

Seu tio aproveitou e roubou as terras de sua mãe gerando muito ódio e prisão no final das contas. Mas o passado fará sua cobrança.

É um livro com muitos assuntos, mas todos muito bem colocados mostrando muito forte a religiosidade e o que está por trás de certas imposições.

Tem outros personagens divertidos e odiosos como Agatha, a ex-namorada loira de Henry que deixou traumas nele e Matheus o abominável ex-marido de Maria.

Não sei quantas páginas tem  porque não contei mais tem 39 capítulos bem compridos e intensos.

A capa é realmente condizente com a história e o preço está muito bom para livro digital.

O final foi bem legal, mas a escritora deixou no ar uma sensação de que algo virá mais para frente.

No mais o livro é bom, bem escrito, objetivo e que te conduz a vida tribulada de ambos com suas carreiras, escolhas, mas diante de saber a hora de se separar para aparar as arestas e retornar de forma limpa, sem traumas.

Espero que tenham gostado.

Até o próximo comentário.

Quer ouvir o podcast?

Podcast Cowboy Cretino

Redes Sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: