Diana – Andrew Morton

Uma das grandes sugestões de leitura no blog, este livro, confesso que demorei para ler pois reviver uma história trágica e triste precisa se preparar.

Fui em vários vídeos e reportagens para entrar no mundo de Diana, além de aguardar a próxima temporada de The Crown da Netiflix.

Andrew Norton é um escritor e repórter do Daily Mail, um tabloide inglês que conta como conseguiu escrever esta biografia com a ajuda de Diana.

Foi tenso o momento das gravações das fitas que Diana fazia e mandava para ele e a série de perguntas através de papéis confidenciais para Diana a fim de esclarecer certos pontos. Tudo deveria ser feito às escondidas para não ser confiscado.

Diana através de Andrew, aos poucos nos relata como foi sua infância, a chegada e convivência com os irmãos e a separação dos pais.

Aqui vai um ponto importante: este trauma em sua vida ficará para sempre. A sensação de abandono e solidão de Diana é nítida gerando em certos momentos uma dependência grande do príncipe Charles e uma possessividade relativa em alguns momentos do casamento.

A relação com seus pais foi detalhada e veremos como Diana precisava de ajuda e acompanhamento psicológico.

Quando conheceu Charles tudo parecia melhorar em sua vida: teria alguém que cuidasse dela. E veremos que a humilhação, abandono, desprezo entre outras coisas acompanham Charles até o divórcio.

Nunca me simpatizei com ele e vendo tudo o que aprontou foi realmente desgastante para mim, imagina para Diana.

Foi a partir deste casamento e seus problemas que a bulimia apareceu em sua vida. Ela explica como estava doente e como procurou ajuda onde a doença foi controlada até a sua morte.

Relacionamentos com a rainha, com Phillip, a rainha mãe, suas cunhadas tudo é contado e veremos como desprezavam e não apoiavam Diana.

Aliás sua própria família não a preparou para o que viria e na minha opinião também foram culpados pela sua morte, todos tem sangue nas mãos.

Mentiras, brigas, traição de Charles vão até o divórcio.

Em certos momentos ficava cansativa como Diana repetia o desgosto que tinha por Camilla e Charles estarem juntos sempre, e aqui acredito que ela nunca superou.

Seu casamento foi uma penitência e um horror na sua vida.

O que ficou de positivo foi o amor que ela tinha pelos seus dois filhos: Harry e William. Ela conta também como Charles nunca foi um pai presente, muito pelo contrário.

Assim o livro passa por todos os escândalos, reportagens, casamento e a separação difícil e destrutiva para Diana.

Já no final quando parecia ter encontrado a felicidade morre ao lado daquele que tinha eleito para seu coração num grave acidente de carro.

Importantes relatos dos amigos sobre a relação Charles e Diana dão um brilhantismo maior nesta história de contos de fadas mentirosa e falsa.

Ficou claro que essa monarquia não se atenta aos tempos atuais, foram responsáveis pela morte de Diana, nunca a apoiaram, são falsos, mentirosos e vivem às custas do povo.

Vale a pena lembrar que Diana fala do quanto era prazeroso estar com seus amigos e ajudar aquelas pessoas que precisavam e o quanto isso ela passou para seus filhos ainda pequenos. Queria que se tornassem homens melhores e William ao assumir a coroa um dia, fosse um ótimo rei à nação.

Um livro difícil de ler poque mexe com as emoções e não tem como você não tomar partido, odiar a rainha, Charles, Camilla e todos que achavam Diana uma mulher problema.

Acredito que Harry ao se afastar da realeza tenha percebido o quanto ficar neste ambiente é negativo para sua família, então foi viver sua vida, seu amor.

Espero que William e Kate sigam passos diferentes da rainha para que este conto de fadas não fique fadado ao fracasso.

O livro tem fotos, 451 páginas com uma linda capa da princesa, preço ótimo para livro digital e bem acessível para livro físico.

Espero que tenham gostado.

Até o próximo comentário.

Podcast Diana

Descontos especiais para você.

https://acesse.vc/v2/221effc69d9

%d blogueiros gostam disto: