Doutora da Alma – Paloma Bernardino Braga

Se vocês acham pelo título que se trata de algo médico, calma que não é isso, porém veremos a “cura” da alma.

Quando optei por ler nem vi a sinopse, olhei a capa e achei sensacional, linda, colorida e depois que li, tudo a ver com a história.

Tem 168 páginas de uma leitura leve, com preço muito bom para livro digital, com uma “pegada” adolescente com muito drama, afobação e o “vou largar tudo, essa vida é uma droga”.

Para entendermos conheceremos dois amigos inseparáveis, Valentina e Danilo. A amizade era muito forte e faziam tudo juntos com uma confiança ímpar.

Mas como nem tudo são flores, Valentina precisa se mudar de cidade, pois seu pai recebeu uma promoção e lógico, deve acompanhá-lo.

A princípio, Danilo fica triste, mas com o mundo da tecnologia não vê problemas e continuar a amizade, porém, de um momento para outro Valentina deixa de falar com Danilo e ele percebe que a ama muito, só descobrindo isso quando a perde definitivamente.

Até esse momento, Valentina é uma jovem introspectiva, com poucos amigos e Danilo é uma jovem mais popular que aproveita a sua beleza, juventude e popularidade na escola para ficar com garotas.

Só que Danilo nos conta através do livro, pois ele é o narrador, como ficou distante de Valentina ao perceber que ela vira um escritora e seu apelido é Doutora da Alma. Ele nem sabia mesmo sendo seu melhor amigo.

A partir disso, o drama adolescente começa. Danilo entra numa onde de perseguição por Valentina que muitas vezes ficamos com raiva. Ele começa a tentar entender o motivo dela deixar de falar com ele e ao comprar seu livro as dicas nas páginas fazem todo o sentido porque ele se sente culpado e tudo escrito é para ele. Só que Valentina é famosa e fica mais distante a cada dia e ele sem entender a razão.

Seguimos as páginas nessa perseguição, indo em tardes de autógrafos, viajando até São Paulo para encontrá-la (sem sucesso), e-mails e mensagens no Twitter para ela e muito choro, raiva, angústia de um jovem que buscava respostas. Sua vida estava acabada, seu amor fugiu da sua vida.

Ainda bem que ele tinha o apoio da sua irmã que vê seu irmão mudando sua personalidade em função de uma pessoa que tinha um segredo e um motivo para tudo isso, mas ela não poderia jamais falar. Seus conselhos eram para seguir a vida, mas Danilo não queria.

As páginas do livro da Valentina tem passagens e mensagens bem interessantes sobre como devemos esclarecer e nos comunicarmos melhor a fim de evitarmos problemas e respostas evasivas.

Valentina amadurece muito durante a sua nova vida em outra cidade e Danilo paralisa no tempo, doido, desesperado.

Muito bem escrito, próprio para adolescentes e sua vida, mas com sinais que devemos persistir na verdade, na sinceridade e assumirmos nosso papel no mundo, inclusive para o amor.

Será que Danilo conseguirá dizer e encontrar Valentina? Será que se esse encontro existir Valentina “perdoará” Danilo? Será que Valentina tem alguém em seu coração?

Muitas perguntas e respostas que serão dadas somente se você ler.

Gostei muito da leitura, inclusive porque o final é libertador e motivador para almas que se desentenderam, mas buscaram se acertar no momento e hora apropriada.

Um dos personagens que mais gostei foi a irmã de Danilo, pela sua paciência, lealdade a sua amiga e no final a sua transformação assumindo quem realmente era para ser feliz.

Enfim, como dizia Valentina no seu livro, vamos nos amar e aceitarmos quem somos não importando a opinião dos outros, mas deixando florescer a nossa verdade e essência da alma e do coração.

Espero que tenham gostado.

Até o próximo comentário.

Quer ouvir o podcast?

Podcast Doutora da Alma

Redes Sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: