AventuraFicção

Encontros e desencontros em Compostela – Graeme Simsion e Anne Buist

O começo deste comentário parece uma eternidade para conclusão porque estou tentando achar as palavras certas para deixar registradas.

Iniciarei pelas coisas fáceis como a capa que achei linda e coerente com tudo que encontrei internamente, 412 páginas, preço muito bom para livro digital e caro para livro físico.

Ele entrou como indicação no blog e me entusiasmei num primeiro momento e durante a leitura fiquei um pouco desanimada tentando me conectar com o enredo.

Pouca coisa me agregou para ser bem sincera, mas sua escrita é fácil, com personagens complicados com dramas e perdidos no meio de problemas, além de buscar soluções num caminho feito por tantas pessoas em décadas de existência.

Estou falando do Caminho de Santiago de Compostela.

Zoe, uma mulher madura com sérios problemas de relacionamento com sua mãe que morreu e ficou com a sensação de culpa em vários assuntos e busca entender o que a mãe esperava dela. Não houve tempo para o perdão.

Viúva, já no seu segundo casamento, deixa suas filhas adultas para buscar no Caminho de Santiago a resposta para seus dilemas e a morte do marido.

Várias coisas acontecem com ela e confesso que em momentos da história perdi a paciência com seus questionamentos infantis e já no final consegui um pouco de empatia quando finalmente ela está já recuperada em sua cidade.

E durante a história conheceremos os fatos reveladores que mostram a verdadeira causa da morte de seu marido.

Martin, o segundo protagonista é um homem separado recentemente com problemas de relacionamento com sua ex e tenta com dificuldade se aproximar de sua filha adolescente que causa problemas em algum momento da história.

Ele faz o Caminho com um carrinho construído por ele e alguns de seus alunos. Durante a viagem, ele pretende vender o protótipo a fim de melhorar de vida, principalmente para ajudar nos estudos de sua filha.

Um personagem que me agradava em alguns momentos, mas em outros me deixava insegura com tanta vontade que ele tinha de agradar os outros e esquecia dele.

Os caminhos de Zoe e Martin se cruzam em algumas ocasiões e outras não, parece que vão emplacar um romance, mas o destino muda, escolhas são feitas, pessoas aparecem e tudo muda, chegando ao final que até gostei. Porém demora muito para tudo isto acontecer.

Os outros personagens que aparecem achei proposital e dentro do contexto que o Caminho de Compostela pede, mas sem grandes novidades.

No mais o livro é bom, interessante, mas não sensacional, não leria de novo, contudo é uma leitura que mostra as inseguranças e escolhas feitas por duas pessoas que estão perdidas e precisam de um rumo novo em suas vidas que estão até aquele momento, sem grandes emoções.

Bem escrito com um certo marasmo em algumas cenas , porém é salvo pelas descrições das paisagens que até fazem com que você se transporte para o lugar.

Então, pela jornada valeu a pena deixando a desejar na história.

Se alguém já leu o livro me conta o que achou.

Espero que tenham gostado.

Até o próximo comentário.

Podcast Encontros e Desencontros em Compostela

Descontos especiais para você.

https://acesse.vc/v2/221effc69d9