O Livro da Bruxa – Roberto Lopes

Quando baixei esse livro imaginei que aprenderia inúmeras poções mágicas, porém me enganei.

Quer dizer, as poções que aprendi foram sobre a vida, portanto sabedoria pura.

“Publicado pela primeira vez em 2000, no Halloween, O Livro da Bruxa conquistou os corações de leitores em todo o mundo e tornou-se um cult book. Hoje há edições em inglês, espanhol, alemão e português encantando leitores no mundo todo. Mais de 60 mil exemplares impressos foram vendidos”.

Através de uma senhora muito simpática internada no hospital, um médico aprende a compreender o mundo e a si mesmo.

A senhora aos poucos mostra como as vendas nos olhos precisam ser tiradas para sermos felizes.

Estamos muito acostumados talvez a vermos tudo de forma pesada enquanto que a vida é muito mais simples e no final você se transformará.

Em várias situações contadas pude pensar e ver como dou valor algumas vezes para coisas bobas, deixando as mais importantes de lado.

Tudo é colocado de uma forma sutil, bem escrito, com fundamento e objetivo, tanto que quando chega ao final você quer continuar a leitura.

A vida do médico depois do contato com essa senhorinha que de bruxa não vi nada, muda aos poucos porque não é fácil mudarmos de uma hora para outra, entretanto as revelações após esse encontro marcarão você e te ajudarão em momentos talvez mais complicadinhos.

Transformador e cristalino nas suas 130 páginas de uma capa que tem muito a ver com o aprendizado do médico, mas bem caro para livro físico. Somente em livro digital o preço está bom e para quem tem assinatura Kindle melhor ainda.

Não deixe de ler esse livro e se transformar ou transformar alguém.

Espero que tenham gostado.

Até o próximo comentário.

Quer ouvir o podcast?

Podcast O Livro da Bruxa
Redes Sociais

2 thoughts on “O Livro da Bruxa – Roberto Lopes

  • 17/06/2021 em 15:57
    Permalink

    Eu AAAAAMMMMO esse livro!!! Um dos meus favoritos. Berçou a minha infância 🤍🤍🤍

    Resposta
    • 18/06/2021 em 11:29
      Permalink

      muito bom mesmo! caramba sua infância? que legal

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: