Um anjo chamado Nicholas – Jojo Correa

Vamos iniciar a semana com um livro que me surpreendeu com toda a história e já vou avisando que a escritora prepara continuação.

O comentário de  hoje aborda vários assuntos que são reais e sensíveis.

Teremos Nicholas e Kate, ambos gêmeos e com uma ligação bem forte. Companheiros de baladas, Nicholas é o que mais extravasa bebendo e dirigindo deixando sua irmã e pais bem preocupados. Coisas da juventude. Portanto fica uma mensagem: se for dirigir, não beba!

Porém, um acidente de carro acontece com Nicholas e a vida de Kate muda completamente e a depressão aos poucos domina sua mente e seu corpo devido a saudade do seu irmão. Por outro lado, o espirito de Nicholas fica com Kate e a ajuda em vários sentidos. Aqui a escritora fala um pouco do espiritismo e as descrenças que ocorrem na própria família.

Kate ajuda um centro espírita e por isso seu irmão fica tão próximo dela, inclusive enviando psicografias para deixar o coração de todos mais tranquilo.

Kate parece ser evoluída e até acredito pois suas palestras no centro ou entendimento sobre o assunto garantem uma certa estabilidade emocional, porém com o avanço no tempo, percebemos a depressão escondida nas suas atitudes, mesmo ela negando tudo.

Em certo momento da história aparece um outro personagem que muda o contexto onde o alcoolismo novamente é citado, contudo, a superação mostra o desejo de querer ser feliz. Esse personagem inclusive é muito importante para Kate que terá uma missão incrível.

O final fica em aberto pois ainda teremos algo que Nicholas fará para surpresa de Kate que aguarda ansiosamente o retorno do irmão. Então pontas soltas ficaram, mas não tiraram a sensibilidade do livro e dos personagens que são simples e cativantes.

Bem abordado os temas que a escritora destaca como alcoolismo, espiritismo além da fé, típicos assuntos que fazem parte do cotidiano das famílias, nos trazem uma sensação perfeita de realidade. A internação em clínica de reabilitação também foi abordado, mostrando que é possível querer e se recuperar.

É curtinho, apenas 62 páginas com preço muito bom para livro digital e que vale a pena ler e esperar o que vai acontecer com aquele que aceitou seu destino, contudo precisa fazer uma escolha que envolve sua irmã e família. Muita história ainda vai acontecer, aguardem!

Capa que tem tudo a ver com a história.

Espero que tenham gostado.

Até o próximo comentário.

Quer ouvir o podcast?

Podcast Um anjo chamado Nicholas
Redes Sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: