Por mares nunca dantes navegados – Fábio Pestana Ramos

A arte dos descobrimentos.

Fabio Rangel Pestana no Comenta Livros

Esse livro é para quem gosta de história e quer explorar e aprender a cultura de outros países.

Está escrito numa linguagem bem didática, pois nosso escritor é um professor, que tem um profundo conhecimento sobre o assunto de como Portugal era antes e depois do descobrimento do Brasil.

O livro nos fala sobre a busca de novas terras além do Brasil, mas África, Índia China, Japão, a construção de caravelas, a vida dos marujos, a vida da população de Portugal (ricos e os menos afortunados), além de falar do modo como viviam, comiam, se relacionavam.

Portugal me surpreendeu por ser ambicioso e seus líderes faziam de tudo para conquistar, passando por lutas, massacrando marujos, pessoas.

Um dos capítulos que mais gostei foi quando falou sobre as vestimentas das virgens, casadas e viúvas, realmente os costumes mudaram muito para os dias de hoje. Naquela época, você sabia que as viúvas se vestiam cobrindo quase tudo, deixando apenas o rosto e as mãos descobertas? Dessa forma não chamariam atenção de outros homens, pois estava casada com Jesus. Isso foi bem interessante.

Os capítulos mais extensos são sobe as navegações, naufrágios, como eram a vida dos  marujos nas embarcações, a preparação para as viagens, a alimentação, os perigos e toda a conquista.

Fala também do que eles encontraram no Brasil , África e Ásia, tornando bem interessante a leitura.

Uma parte enojada é sobre a limpeza do país e das pessoas. Meu Deus todos fedidos demais, banho nem pensar, só para os mais afortunados na época. Bem legal de ler.

Não é um livro divertido, não senti assim, em alguns momentos parecia que estava na escola lendo um livro para  a prova, pois não há diálogos e em alguns momentos fica sem monótono.

Mas o positivo é você saber como foi a história desse país que adoramos e visitamos pois é rico na gastronomia, música, conservação da sua essência. Vale a pena nesse sentido ler.

Tudo foi pesquisado para ter a maior veracidade possível nessas 216 páginas com uma capa simples, sem grandes atenções.

O preço para livro digital está muito bom, mas para livro físico achei um pouco salgado.

Enfim, hoje comentei sobre essa viagem que fiz do meu sofá por um passado enriquecedor e você já viajou nesse livro? Comente aqui.

Quer saber mais do livro? Me mande um e-mail e não esqueça de curtir o comentário e seguir o blog.

Boa leitura!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *