A filha primitiva – Vanessa Passos

Quando recebi o convite para ler esse livro quem me conhece sabe que a capa me mostrou uma ancestralidade que estaria naquelas páginas.

A partir da leitura fiquei impactada com a realidade de três mulheres em momentos de vidas diferentes, mas com cargas emocionais e bagagens carregadas de crueldade, segredos, religião e a rejeição da maternidade.

Uma avó que esconde de sua filha o nome e quem era seu pai e uma mãe que rejeita descaradamente sua filha, mesmo que a todo instante lá no fundo seja uma inspiração para a sua escrita.

Uma mulher amarga, sem alma, sem vida, violentada de formas tão bruscas e incompreendidas fazendo escolhas erradas e impróprias para uma avó que apenas queria a felicidade e via na neta a esperança de tempos melhores.

Você vai lendo e todo tipo de sentimento se apossa de você e dói na alma cada rejeição aquela criança com atrocidades que faz parte do mundo de algumas mulheres, infelizmente.

Sem nomes, sem detalhes apenas cicatrizes eternas com mulheres tratadas como lixo, porém se dando ao luxo de acreditar que os dias melhores finalmente chegaram e com a ajuda de Deus, mesmo que isso atormente almas despedaçadas e cruéis.

Tudo se conduz para uma final trágico porém os segredos da alma são revelados e finalmente essas três mulheres guerreiras, batalhadoras e amargas tem a chance de sair das trevas e irem em busca da luz para um pouco de paz e felicidade.

Belo livro, bem escrito, objetivo, focado, com um final apropriado e verdadeiro dentro das suas 76 páginas com preço muito bom para livro digital.

Leiam de depois deixem seu comentário me dizendo o que acharam.

Espero que tenham gostado.

Até o próximo comentário.

Quer ouvir o podcast?

Podcast A filha primitiva
Redes Sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: