Cidade das Mandalas – Nayara Lemes

“O mundo exterior reflete o nosso interior.”

A abertura do meu comentário foi com essa frase impactante que acompanha a personagem principal até as últimas páginas desse livro de capa muito assertiva em relação a história.

Tem apenas 90 páginas e um preço ótimo para livro digital.

A minha parceira Nayara me indicou esse livro para comentar e quando vi que a história seria em Paris imaginei algo mais sutil. Falo isso porque o que vivi com esse enredo foi algo reflexivo e conclusivo com tudo que vivemos e talvez viveremos no decorrer da vida diante das mandalas que nos envolvem.

As mandalas serviram para a nossa personagem Kundalini ter a cura através da espiritualidade.

Kundalini vive em Paris sendo destruída pela poluição. Jovem, passa por um momento ruim e difícil em sua carreira profissional e está em dilema com seus pensamentos, principalmente após a morte de seu pai de forma tão grotesca, digamos assim. Ele saiu para uma expedição e não retornou.

Imaginando o que seria de sua vida, encontra seu amigo de infância Nicolas, num belo dia numa cafeteria sem nem saber que o mesmo morava e tinha negócios lá.

Como estava com a alma perdida principalmente porque a cidade lembra muito seu pai, simplesmente aceita algumas situações impostas por Nicolas sem nem pensar.

Muitas revelações e segredos começam a surgir envolvendo seu pai. Não posso esquecer de citar que ela tem problemas de relacionamento com sua mãe e isso no decorrer da história será esclarecido.

Quando avançamos as páginas, no começo fiquei sem entender do que se tratava e o que as mandalas representavam, mas a escritora foi mostrando a libertação e condução à espiritualidade da personagem. Foi muito interessante porque as páginas fluíam de forma leve e mística.

Tudo com muita sutileza e reflexões sobre o nosso mundo e o que esperamos dele.

Toda libertação vem com escolhas e descobertas e o amor ronda essa jovem tão perdida e tão necessitada de ser feliz.

Próximo do final e da ascensão espiritual de Kundalini surge uma novidade bombástica que mudará os rumos da vida dela e de outra pessoa.

Assim é esse livro, diferente, encantador que mostra Paris como a cidade das mandalas e não a cidade das luzes.

Espero que gostem e leiam com o coração pronto para fazer a sua escolha: continuar no mesmo mundo ou sair em busca daquilo que verdadeiramente te representa.

Até o próximo comentário.

Quer ouvir o podcast?

Podcast A cidade das Mandalas
Redes Sociais

One thought on “Cidade das Mandalas – Nayara Lemes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: