Vidas em Chamas – Zezé Pedroza

Hoje é o Dia Internacional da Mulher e gostaria de deixar esse livro de uma guerreira que nos representa com certeza.

Esse livro chegou através de uma indicação e foi um dos livros mais sensacionais que li nos últimos meses.

Narra a biografia de Zezé que ficou 20 dias em coma e 8 meses internada, passou por 15 cirurgias para recuperar algumas partes do corpo. As marcas impressas em sua pele foram suas inimigas durante muitos anos.

Ela teve 90% de seu corpo queimado no incêndio do Gran Circus Norte-Americano no dia 17 de dezembro de 1961 na cidade de Niterói.

Foi a maior tragédia que já viveu: o incêndio do Gran Circus Norte-Americano, que deixou em seu rastro cerca de 500 mortos e 120 mutilados, além de dezenas que foram obrigados a conviver com marcas profundas e permanentes, físicas e psicológicas.

Zezé conta através da personagem Natali como foi sua vida, mas com capítulos dedicados à época da escravidão já que sua origem é lá de tempos passados.

Presidentes passaram pelo Brasil e Natali filha de pais rígidos nos conta como foi ser salva por Deus porque não tem outra explicação e hoje espalha sua história para o mundo.

Natali essa doce mulher hoje bisavó conta desde sua infância, adolescência, a tragédia, o casamento sem amor imposto por seu pai e tudo que  passou para conseguir se colocar no mundo dominado pelos homens.

Se formou professora e mostrou para sua família o que é vencer na vida.

Tem 103 páginas que você não sente de tão deliciosa, triste e feliz a sua vida.

Vale a pena ler porque comentar é pouco para um livro que deixa uma lição de vida e superação para uma guerreira que sobreviveu com muito amor de seus pais, amor pelos filhos e amor pela sua profissão e vontade de viver.

O preço está ótimo para livro digital e o título e capa tudo a ver com a sua experiência de vida contada em poucas palavras, mas que dariam volumes e mais volumes de pura sabedoria.

Espero que tenham gostado.

Até o próximo comentário.

Quer ouvir o podcast?

Podcast Vidas em Chamas
Redes Sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: