Príncipe Drácula – Rastro de Sangue – Livro 2 – Kerri Maniscalco

Há algum tempo comprei este livro e somente agora pude trazer o comentário.

O livro 1 foi bem interessante (link no final) e agora Audrey Rose e Thomaz vão para uma academia forense se especializarem, porém se envolverão com o mistério de algumas mortes onde o principal suspeito é Vlad, o Conde Drácula.

O começo é bem moroso, devagar e pensei que não houvesse mais jeito, porém quando crimes acontecem e as investigações iniciam nos envolveremos e tentaremos desvendar as pistas para chegar ao Conde Vlad.

Folclore, mitos ou verdades escondem as mortes de pessoas que ficam sem o sangue em seu corpo e diante disso tudo, Audrey e Thomaz precisam saber o que está acontecendo.

Muitos alunos nesta academia podem ser os suspeitos assim como as amizades podem ser falsas entretanto até o final do livro descobriremos quem está por trás de tudo.

O trauma sofrido por Audrey com Jack no primeiro livro a acompanham agora na academia além da morte de seu irmão e isso tudo atrapalha seu desenvolvimento no curso.

Além disso era a única mulher num local onde homens eram a maioria. Risos, sabotagens e Audrey tentando manter as mulheres neste mundo acompanham mais uma vez a história.

Descobriremos segredos de Thomaz e sua irmã, veremos algo como a Ordem do Dragão, linhagem do Conde Drácula e um baile que colocará o amor de Audrey e Thomaz em jogo.

Tem mistério, investigação, dilaceração de corpos, passagens secretas no castelo, assassinatos, mocinhas, bandidos e o resultado do curso deles. Será que conseguirão o certificado tão esperado?

Quem será que matou todas essas pessoas?

Audrey e Thomaz terão mais um desafio no final do livro e dessa maneira o terceiro livro é na certa mais assassinatos e mistério.

É bem escrito, do meio do livro até o final fica mais interessante e a escritora explicou como usou os termos e a vida de Vlad nesta história mostrando o motivo dos assassinatos e como a entrada de novos personagens deram um algo a mais no enredo.

Posso dizer que achei as 480 páginas exageradas pois em certos momentos ficava lenta a leitura, mas não é algo tão negativo.

A exposição da vida de Thomaz foi sutil, porém decisiva e o amadurecimento de Audrey diante dos casos e da sua vida e o que queria continua sendo o pico alto da leitura.

Vale a pena acompanhar essa cientista forense e suas aventuras pelos principais locais onde assassinos famosos fazem suas vítimas.

Preço bom para livro digital e físico.

Capa linda pois a Dark Side faz isso muito bem, além das páginas internas que mostram mapas e os apetrechos usados para os estudos dos corpos.

Espero que tenham gostado.

Até o próximo comentário.

Link do comentário do livro 1.

Rastro de sangue: Jack, o Estripador – Kerri Maniscalco

Link do livro caso queira adquirir.

https://amzn.to/3rnpR9z

Quer ouvir o podcast?

Podcast Rastro de Sangue
Redes Sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: